Soldados voadores são a nova estratégia da Coréia do Norte

Pyongyang treina soldados de parapente, dizem sul-coreanos.

Segundo autoridades sul-coreanas, treinos utilizando soldados com parapentes aconteceram no mês passado em uma área de treinamento que inclui uma construção-modelo das forças combinadas da Coréia do Sul e EUA.

Soldado americano apresenta manobras no show aéreo Miramar Air Show, 2016

Soldado americano apresenta manobras no show aéreo Miramar Air Show, 2016

Os soldados podem voar abaixo da área detectável dos radares sem fazer barulho e, portanto, pode ser útil para fazer ataques surpresa. Por conta disso, Estados Unidos e Coréia do Sul realizaram seu primeiro exercício de defesa aéreo de curto alcance no final de setembro.

Uma das maiores fabricantes de parapentes do mundo é a sul-coreana Gin Gliders, que operou até pouco tempo na Coréia do Norte, na região de Kaesong, próximo à zona desmilitarizada. Em 2016 a companhia foi desativada em retaliação aos testes militares de Pyongyang. Muitos maquinários e materiais foram abandonados no local.

Estima-se que 54 mil norte-coreanos trabalharam em empresas sul-coreanas em Kaesong.
A mídia norte-coreana indicou que, apesar do fechamento das empresas sul-coreanas na região, o governo retomou as operações no complexo industrial, uma atitude considerada como “violação de direitos de propriedade” pelo ministério de unificação da Coréia do Sul.

Deixe aqui seu comentário!

Deixe uma resposta